UA-78061206-1

Bairro de Santo Antonio

Segundo bairro da cidade teve suas primeiras ocupações ainda no princípio da colonização portuguesa onde a localidade foi batizada de Ilha dos Navios (local onde faziam os reparos nas embarcações que atracavam no Porto do Recife), também foi conhecida por Ilha de Antônio Vaz, Cidade Maurícia e Ilha do Governador. Seu crescimento populacional e físico remete ao período holandês, com a vinda dos holandeses e outros povos para o Recife. A denominação de Santo Antônio, a qual é conhecida até hoje ocorreu com a criação da Freguesia do Santíssimo Sacramento (1789), passando a ser chamada de Ilha de Santo Antônio. Local também com características comerciais, mas também domiciliar e onde também eram encontrados a maioria das igrejas e os principais prédios públicos, dentre eles o Teatro Santa Isabel e o Palácio do Governo.


Bairro de Santo Antônio, aspecto tirado da marquise do DPPC (Edifício SULACAP) 9º andar. Foto: Não Identificado/Roberto Ramos. Ca. 194_/2015

Avenida Dantas Barreto. Foto: Não Identificado/Roberto Ramos. Ca. 193_/2015

Trecho da Rua do Sol. Foto: Não Identificado/Roberto Ramos. Ca. 194_/2015

Igreja do Paraíso, Avenida Dantas Barreto. Foto: Alexandre Berzin/Roberto Ramos. Ca. 193_/2015

Arco de Santo Antônio. Foto: Não Identificado/Roberto Ramos. Ca. 193_/2015

Rua Nova. Foto: Alexandre Berzin/Roberto Ramos. Ca. 19__/2015